NO VIOLETA E CINZA

   

  NO VIOLETA e cinza

o anil do dia finda

Todo perfil dilui-se

pela tinta das margens

Com a cor em falência

ouro-ferrugem apaga-se

Abre-se em 

              ALVA ROSA

o espaço que se abre

E é tangível o real

diáfano, o universo

        Isenta geografia

e branca mais que a luz

 

Pag Anterior
Pag Anterior
Pag Anterior
Pag Seguinte
Pag Seguinte
Pag Seguinte

Pag

 25/30

Mostrar Mais

cmp