À SAIDA DO METRÔ

– Este ano, pai, a inflação está de amargar.

– Tu achas?

– Está de não se poder comprar um ovo.

– Que dizes?

– Um ovo.

– Ora esquecestes do ano passado, filho.

– Coitados dos pobres! nem sei como vivem.

– Dizes coitados? Coitados dos ricos, filho, que os pobres, como lá dizia teu Avô, esses sempre se governam. 

 

Pag Anterior
Pag Anterior
Pag Anterior
Pag Seguinte
Pag Seguinte
Pag Seguinte

Pag

 18/24

Mostrar Mais

cmp